Marrocos

Impossível não falar de Marraquexe quando o tema é fotografia perfumada , haverá poucas cidades a tão pouca distância e com tanto perfume.

Marraquexe tornou-se em alguns anos um destino de referência e um dos destinos que mais faz sonhar os viajantes. Discreta e sedutora, exótica e misteriosa, autêntica e vibrante, cosmopolita e sofisticada, entre bem-estar e efervescência noturna, a Cidade Vermelha fascina pela diversidade de emoções e pelo contraste de cores e de ambientes que proporciona. Cidade multifacetada, simultaneamente moderna e tradicional, foi classificada Património Mundial da Unesco.

Lugares a não perder

Praça Jemaa El Fna

O coração vibrante da cidade, palco de incontáveis espetáculos e atuações, foi classificada como Património Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Esta praça é o centro da vida pública da cidade e possivelmente o ponto turístico mais conhecido de Marraquexe. Durante o dia, a praça está cheia de atrações, de encantadores de serpentes a mulheres que tatuam com henna. Ao cair da noite, transforma-se num mercado de comida a céu aberto com música e animação.

Medina

Cidade antiga dentro das muralhas. Labirinto de ruelas e becos, onde os souks (mercados) se sucedem uns aos outros, paragem crucial para absorver a energia e riqueza do comércio. Entre artesanato, tapeçaria, joalharia, especiarias e outros tantos produtos, é aqui que se vão encontrar todos os souvenirs e mais alguns.

Jardim Majorelle

Este magnifico jardim – um dos muitos espaços verdes da cidade – é um verdadeiro recanto de exotismo, quietude e tranquilidade, tornando-se numa das mais importantes atracões turísticas e culturais de Marraquexe.
A harmonia deste quadro luxuriante oferece um passeio mágico longe do rebuliço da cidade. Este retiro, que ocupa metade do bairro de Gueliz, foi concebido pelo pintor francês Jacques Majorelle como homenagem ao céu azul de Marraquexe. A casa nos jardins foi comprada pelo designer Yves Saint Laurent e Pierre Bergé. Atualmente é propriedade da Fundação Pierre Bergé – Yves Saint Laurent.

Museu Yves Saint-Laurent

Próximo do Jardim Majorelle, o museu dedica a sua maior sala a uma exposição permanente sobre o trabalho e a herança de Yves Saint Laurent, com algumas das peças de couture mais emblemáticas da sua carreira, salientando a influência que Marraquexe exerceu na sua criação. O museu tem ainda uma sala para exposições temporárias, uma biblioteca com mais de 5 mil volumes, um auditório, uma livraria e ainda um café.

Muralhas de Marraquexe

De cor terracota vibrante, estendem-se por 19km apenas interrompidas pelos 20 portões “Bab” que dão acesso à medina. Marraquexe é também conhecida como Cidade Vermelha, graças às muralhas da mesma cor da medina.


Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

CALL ME
+
Call me!